Fernando de Noronha, sonho brasileiro

18/06/2018 | 5

Oi gente… demorei muito mais do que eu imaginava para fazer este post. Só de pensar em reunir todas as dicas e belezas de Noronha em um único texto eu me perguntava… por onde começo? Como expressar tamanha beleza em um texto? Como passar para os nossos leitores tamanha sensação de estar no paraíso? E mais, nas praias mais lindas do Brasil e numa das mais bonitas do mundo, sem sombra de dúvidas!

Confesso que não foi fácil, mas aí está e espero que gostem:

Vista da praia do meio

Já estivemos por duas vezes em Noronha, a primeira vez ficamos por 8 dias e, na segunda vez, 10 dias na ilha. Isso mesmo 10 dias! Tempo suficiente para conhecer tudo e ainda repetir o que mais gostamos.

Se passaram exatamente 9 anos entre uma vez e outra. A ilha mudou, a estrutura melhorou, as pousadas se sofisticaram, a gastronomia ficou requintada e os passeios ficaram mais organizados.

Me lembro que da primeira vez não haviam pousadas de luxo, apenas ex casas de nativos adaptadas a pousadas e os restaurantes também eram mais simples, não havia gastronomia de chef. Agora posso dizer a voces sem sombra de dúvidas que é possível se hospedar com luxo em Noronha e comer muitooo bem todos os dias.

Pois posso afirmar que apesar de ter crescido, como todo local turístico, Noronha manteve a sua beleza natural intacta e primitiva muito bem conservada.

A pergunta que todos fazem… É caro ir para Noronha??? Sim, é, e muito! Mas vale cada centavo, e mais, tudo o que você paga em termos ambientais você vê que está sendo empregado localmente.

Como já disse mais acima eu sugiro ao menos uma semana na ilha. São muitas praias e muitos passeios, então menos tempo que isso você não vai entrar na vibe maravilhosa deste lugar!

Há várias praias, caminhadas, trilhas, mergulhos e passeios incríveis em Noronha e, por isso, é necessário tempo para que se possa curtir com calma cada pedaço deste paraíso.

O azul impressionante do mar de Noronha

As praias do centro são as mais visitadas: Praia do Porto, Cachorro E Conceição. Já Boldró e Americanos são um pouco mais vazias.

Talvez porque nenhuma delas faça parte do parque estadual da ilha ou talvez porque elas estejam mais proximas do centro comercial da ilha.

Todas são lindas e cada uma com suas características únicas!

A Praia do Porto super recomendamos ou para início da manhã para um passeio de stand up, que pode ser alugado ali mesmo, ou para acompanhar os biólogos do Projeto Tamar que frequentemente realizam um trabalho com as tartarugas marinhas. É daí também que sai qualquer passeio de barco da ilha.

Vista da Praia do Porto

Já no final de tarde… o por do sol é divino ainda mais se apreciado do Restaurante Mergulhão, localizado no morro em frente a praia! Gente a comida neste lugar é incrivelmente deliciosa e possui um dos pores do sol mais maravilhosos da ilha.

Final de tarde no Mergulhão

Do outro lado da pista está localizado o Museu do Tubarão, um local bastante interessante para visitação, onde pode-se provar uma iguaria chamada bolinho de tubalhau. Muito parecido com o bolinho de bacalhau só que feito com carne de tubarão. Haja visto a inúmera quantidade de tubarões que habitam Noronha.

Há algumas espécies de ossadas de tubarões e muitas curiosidades expostas.

Na área externa do museu, caminhando em direção ao mar,  é possível avistar o Buraco da Raquel, uma espécie de escultura natural nas pedras. Bacana tirar umas fotos ali.

E do lado esquerdo há uma pequena trilha que leva a uma prainha chamada berçário dos tubarões. Não é permitido descer até a estreita faixa de areia, entretanto do alto mesmo é possível avistar muitos filhotinhos de tubarões nessa prainha que forma uma piscina para os bebês. Ownnn demais a natureza né.

Ali pertinho tem uma igrejinha onde muitos casamentos são realizados… vale belos clicks !

Do lado direito é possível avistar praia com muitas pedras. Ali mesmo fizemos um super mergulho de flutuação em meio aos recifes de corais. Mas a visitação e flutuação são apenas permitidas com o guia do ICMBio. Foram as moreias e polvos mais lindos e impressionantes que vimos!!

Bom, a praia mais próxima do centro é a Praia do Cachorro cujo famoso Bar do Cachorro está encravado na parte alta. Ela é pequena com bastante vida marinha… ahh isso é uma marca em Noronha né! Muita vida marinha em todas as praias! No cachorro em especial há inúmeras arraias bem na beirinha da água… cuidado ao entrar… rsss. E no canto esquerdo, em direção a Praia do Meio há uns buracos por entre as pedras que foram incríveis piscinas naturais. Simplesmente imperdível!

Ah e nesse mesmo bar a noite, há o famoso Forro do Bar do Cachorro.

Logo depois tem a Praia do Meio, pequena e de um azul fora do comum! E então chega-se na Praia da Conceição. Essa talvez a mais frequentada devido a grande faixa de areia, proximidade de pousadas famosas, área para banho e o famoso Bar do Meio no canto direito.

Vista do Bar do Meio Noronha

Ah não podemos esquecer o Morro do Pico no canto esquerdo da praia deixando ela ainda mais linda do que já é! Esta é uma ótima praia para passar o dia, há boa infra estrutura para tanto.

Vista do Morro do Pico

Depois adentramos na parte do Parque Nacional Marinho de Noronha com praias super preservadas e, muitas vezes, com visitação controlada.

A Cacimba do Padre é uma das mais cheias e frequentadas praias de dentro do Parque. Famosa por suas grandes ondas que atraem surfistas de Dezembro a Abril… e por mergulhadores de Maio a Novembro…

Aliás melhor mês para visitar Noronha se for para avistar vida marinha e águas transparentes é Setembro!

A Cacimba é outra praia que dá para passar um dia tranquilamente. Há apenas um restaurante simples que serve um peixe maravilhoso.

Não deixe de fazer a caminhada, através do canto esquerdo da praia, pelas pedras, até a Baia dos Porcos. Você vai passar bem pertinho do Morro dos Dois Irmãos e apreciar uma das vistas mais lindas da ilha em toda esta trajetória.

Morro dos Dois Irmãos

Tente fazer essa caminhada com a maré baixa pois a cor da água que já é de encher os olhos estará ainda mais impressionante.

Incrivel Baia dos Porcos

Uma vez na Baia dos Porcos, tenha tempo para fazer um belo mergulho de flutuação, vivenciar a vida marinha e apreciar a magnifica natureza deste local.

Se souber nadar, dê a volta no morro dos dois irmãos, te garanto que será uma baita experiência.

Baia dos Porcos do outro canto das pedras

A próxima praia já esteve entre as dez mais lindas do mundo. É a Praia do Sancho, que há duas formas de chegar: ou por mar, com barcos credenciados ou pela estrada. Em ambos os casos, é necessário ter a carteirinha de visitação do Parque Nacional Marinho, que você adquire opcionalmente, e paga por ele, assim que chega na ilha.

Nós fomos algumas vezes ao Sancho, seja por terra, através de uma trilha e depois uma fenda nas pedras com uma escadaria longa que leva a praia ou de barco.

O barco que faz esse passeio se chama Trovão dos Mares e compramos lá mesmo. É um dos únicos que pára no Sancho e serve o almoço a bordo.

Paredões da Praia do Sancho

Alto da Praia do Sancho

Cor do mar na Praia do Sancho

Creio que o Sancho seja sim a praia mais bela da ilha!

Noronha é também muito famosa pelos seus golfinhos, e fica também a dica para acordarem um dia bem cedinho e fazer a trilha até o Mirante dos Golfinhos. Eles costumam vir perto daquela costa para se alimentar nas primeiras horas da manhã. A trilha é toda sinalizada, com incríveis mirantes. E sempre há biólogos ao longo do trajeto estudando ou catalogando algo.

Trilha do Mirante dos Golfinhos

Sancho vista do Mirante dos Golfinhos

O ponto final da trilha é exatamente nesta vista maravilhosa Baia dos Porcos

Vista alta da Baia dos Porcos

Há ainda em Noronha a Praia do Leão, cujas águas são bravas, mas é um importante ponto de desova de tartarugas marinhas.

Praia do Leão

Pedra do Leão

Fizemos uma trilha também agendada com o guia do ICMBio, que termina na Praia do Leão. Estamos falando da Trilha do Capim Açu, longa trilha com muitos mirantes com vistas que poucos conseguem ter, cavernas e piscinas naturais escondidas entre rochas, encostas íngremes que margeiam o mais azulado dos mares brasileiros e caminhadas sobre pedras são alguns dos bons obstáculos naturais encontrados nessa trilha. Os mais aventureiros irão curtir com certeza! Confesso que é muito cansativa. Mas foi um dia e tanto!

Vistas da Trilha do Capim Açu

A praia do Atalaia é outra que super recomendamos, cuja entrada e visitação são altamente controladas. É necessário o agendamento com os guias do ICMBio na sede do projeto Tamar, com pelo menos um dia de antecedência.

É muito controlada devido ao solo ser todo revestido por recifes de corais muito sensíveis então só é possível ficar na água por meia hora, mas a vida marinha abundante, os peixinhos coloridos e a trilha que levam ao local super compensam.

Praia do Atalaia e sua piscina

Ao fundo da piscina do Atalaia, o Morro do Frade

Para finalizar o tour pelas praias, é imprescindível a visita a Praia do Sueste, também acessível somente com a carteirinha do Parque Nacional Marinho. É a praia de Noronha onde é possível ver uma quantidade absurda de gigantes tartarugas marinhas.

Há sempre alguns guias que, se você negociar o preço, eles te levam até onde estão os animais mais bacanas te puxando por bóias. Gente aproveitem e tirem lindas fotos aquáticas por aqui!

Praia do Sueste ao fundo

Desta ultima vez que tivemos na ilha eu pesquisei bastante antes de ir e já tinha visto fotos incríveis das piscinas naturais encrostadas nas pedras vulcânicas da ilha. Foi lá que descobrimos a Enseada dos Abreus.

Outro passeio agendado com os guias, uma trilha bem mais rápida e tranquila que a do Capim Açu, mas de uma beleza a altura do lugar.

Piscinas da Enseada dos Abreus

Enseada dos Abreus

Vejam só se eu não estava `me achando`

Momento relax nos Abreus

Ainda no quesito mar, necessário e obrigatório em Noronha fazer um passeio de barco para ver muitoooss golfinhos, a pedra do rugido do leão, o Morro dos Dois Irmãos pelo mar até a Ponta da Sapata.

Ponta da Sapata vista no passeio de barco

Gostaria ainda de deixar uma dica super importante que considero imprescindível para quem vai a Noronha. Já deu para perceber que muito da beleza está embaixo da água. Portanto ir com um curso de mergulho não custa nada né. Noronha tem inúmeros pontos de mergulho desde iniciantes até avançados. E uma das lembranças mais doces e inesquecíveis que temos da ilha estão nos mergulhos realizados por lá!

Noronha também tem um centrinho histórico localizado na Vila dos Remédios, tem a igreja e o Forte que vale a pena esta curta caminhada.

O Forte dos Remédios tem uma linda vista das praias próximas a ele.

Vista do Forte dos Remédios

Ufa! Haja coisas para fazer! Acho que a parte de praias e passeios é isso!

Agora vamos a parte delícia das nossas dicas: Onde comer!

Só uma pena que não tenha fotos de todas as maravilhas que experimentamos por lá:

Festival do Zé Maria – super recomendamos pelo local e apresentação dos pratos que é um show a parte. Achamos que no quesito sabor, deixou um pouco a desejar. Se quiserem ir, não deixem de agendar com bastante antecedência direto no site da pousada.

A La Carte do Zé Maria – como não ficamos muito satisfeitos com os sabores do prato no festival resolvemos voltar para almoçar lá um outro dia. E não é que o A La Carte, no almoço, é infinitamente mais saboroso! Aqui um ponto positivo.

Restaurante Varanda – Delicioso, pratos fartos e muito saborosos. Bom para ir de turma. Fomos umas três vezes.

Restaurante da Pousada Triboju – a melhor experiencia gastronômica que tivemos na ilha. Pratos maravilhosos, bem preparados, apresentação e sabores impecáveis. Ótima carta de vinhos.

Restaurante Xica da Silva – almoçamos um camarão na moranga maravilhoso neste lugar!

Cacimba Bistrô – outra delícia da ilha. Pratos saborosíssimos e fartos.

Mergulhão – lindo por do sol, lugar incrível e petiscos maravilhosos! Nunca me esqueço dos dadinhos de tapioca!

Restaurante o Pico – local descolado e despretencioso. Delicioso ceviche!

Ouvi ótimas recomendações sobre o Mesa da Ana mas não tivemos a oportunidade de ir.

Agora para nos despedirmos dessa deliciosa matéria, um final de tarde inesquecível…

Entardecer na Cacimba do Padre

Bom gente acho que é isso!

Espero que tenham gostado!

Esse post faz parte de uma blogagem coletiva no qual falamos sobre nossas experiências em lugares incríveis ao redor do mundo. Os posts de hoje são sobre as mais lindas praias. Blogueiras:

Havaí, EUA com a Manu do blog: manunomundo.com

Santa Mônica e Venice Beach, Cafifórnia, EUA com a Aninha do Blog: aninhaporai.com.br

 

Confiram também a matéria sobre a imperdível Noronha, com super dicas, da nossa parceira Suzi, do blog Vianjanteemserie

Escrito com carinho por
vivendoavida

5 Comentários

  1. Manu disse:

    Meninas! Que post!!! Um dos meus sonhos é conhecer Noronha, queria ter passado a lua de mel lá, mas não deu! Adorei o post de vocês com dias de quem já foi duas vezes e pode ver a diferença! Obrigada pelo post!! Beijos e to esperando os próximos!

  2. Suzy Fre6 disse:

    Que post sensacional!!! Dez dias na Ilha é o sonho de todo viajante! Adorei os programas, as fotos, tudo! E o mais legal foi saber que dez anos depois da primeira viagem, vocês reencontram a ilha com mais opções de conforto, sem deixar a preservação da natureza como atrativo principal desse paraíso! Muita vontade de voltar lá com mais tempo. Parabéns por esse post lindo!!!

  3. Suzy Freitas disse:

    Sensacional este post! Passar dez dias em Noronha é o sonho de todo viajante! Vocês listaram as melhores atrações e lugares num roteiro completíssimo nesse paraíso brasileiro. Fiquei feliz em saber que quando você voltaram dez anos depois, a ilha tinha opções mais confortáveis para o viajante, mas não perdeu o foco na preservação da natureza que é o seu maior atrativo. Parabéns pelo post!


Deixe sua opinião!